REDES SOCIAIS

Listas: vamos resolver a vida

Listas: vamos resolver a vida
17 jul 2018 POR: Cecilia Queiroz

Aposto que você já recebeu dezenas de indicações para fazer listas.

Lista para resolver, para comprar, para arrumar, para se divertir. Todo mundo manda fazer essas listas chatas.

E elas são chatas mesmo. Mas ajudam muito. Parar tudo e pensar no que precisa ser feito, arrumado, comprado, resolvido é um adianto na vida. Parece que não, que é pura perda de tempo, mas elas ajudam e muito na produtividade.

Você otimiza seu tempo ao ter claro quais coisas precisam ser feitas e em que tempo elas precisam ser entregues. Resumindo, as listas são um adianto no seu dia a dia.

Não sabe por onde começar?

Do começo. Isso mesmo, comece pelo que estiver lhe chamando mais atenção. Assim, olha, por exemplo, você está com algum problema de saúde incomodando? Onde dói? Qual remédio você tomou? Deu jeito? Ficou igual? Piorou? Precisa voltar no médico?

A lista das amizades. Há quanto tempo você não fala com seus amigos? Qual deles precisa de ajuda? Qual deles gostaria de receber um telefonema amigo, com 10 minutos de conversação? Qual deles poderia te dar uma luz?

Não esquece de colocar o que tem sido bom. E não adianta falar que nada é bom, porque você deve estar esquecendo coisas boas. Qualquer coisa. Alguém que cedeu sua vez na fila, deixou você pegar o taxi primeiro, te deu um presente, telefonou só para te dizer que você estava sendo convidado para…

Agora coloca na lista tudo que deu errado nos últimos tempos. É para listar tudo. O interruptor da luz que parou de funcionar.  A bateria do carro que pifou bem no dia da reunião mais importante e a conexão estava péssima para chamar o Uber, o taxi ou alguém para te ajudar.

Lista também aquele dia que seu trabalho estava pronto, na última linha e a bateria acabou antes do “salvar”.

E lembra o dia que você brigou com quem você mais gosta só porque deu uma resposta atravessada. Não foi por querer, mas você deu e se lascou.

E a hora que você acabar de fazer todas as listas, vai ser hora de priorizar as atividades. O que fazer primeiro, com qual urgência, qual prazo, qual custo.

Mão à obra. Arregace as mangas e comece pelo que for mais urgente. Se não tiver nada desesperador, comece pelo que for mais fácil. Assim você tira o que não é importante do caminho para ter tempo para se preocupar com o que realmente precisa ser feito.


Faça um comentário

Seu feedback é valioso para nós. O seu email não será publicado.

SIGA-NOS
MAIS ACESSADOS
Em Destaque